Vantagens do Planejamento Tributário

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Vai abrir uma empresa? Ganhe uma consultoria gratuita.

Cuidado para não pagar imposto demais.

Para você entender que o planejamento tributário pode salvar uma empresa ou simplesmente fazê-la dar um salto em competitividade acima da concorrência vamos elencar alguns pontos, mas se prepare que no final tem um salto de economia inimaginável possível devido ao Planejamento Tributário.

– Redução de custos da Empresa;

– Recuperar crédito tributários;

– Contribui com a regularidade fiscal;

– Amplia a competitividade dentro da legalidade;

Todos estes pontos podem surgir em apenas um Planejamento, ou alguns deles e até outros, para ficar claro vamos pensar da seguinte forma:

Planejamento: é a forma de organizar algo e seguir o caminho até seu resultado.

Quando usamos o Tributário significa que vamos direto aos impostos, leis, resoluções etc.

Neste ponto analisamos a empresa e identificamos oportunidades de correção do passado e recuperar impostos pagos de forma incorreta por diversas possibilidades, ajustamos processos para que o futuro continue a pagar menos, neste momento de ajustes e processos internos passamos a organizar de forma clara a empresa e facilitando o entendimento e controle da área fiscal e tributária trazendo uma regularidade fiscal.

E o melhor de tudo é dentro da lei, sendo assim todo o trabalho terá explicação de como e porque foi feito ou será realizado a partir de agora, fazendo com que a empresa tenha caixa para aquele salto do início do artigo, ou vindo de recuperação do passado ou simplesmente por ajustar o presente e futuro trazendo uma economia mensal diretamente na redução dos impostos.

Olhem este caso fantástico de economia, exemplo clássico:

O Caso do Bombom Sonho de Valsa –

Em um planejamento bem elaborado e estruturado como o foco no produto foi analisado a seguinte forma de vender o produto usando como base a produção e a NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul)temos um artigo que fala apenas da NCM, recomendo a leitura:

– Bombom – a NCM o definia como “chocolate” pois uma das características é a forma de apresentação a qual era “ENROLADO” e tinha tributação de 5% de IPI (Imposto sobre produtos industrializados)

– Bombom – a NCM o define como “wafer” pois conforme processo de fabricação e a forma de apresentação que hoje é “SELADO” e a tributação é 0% de IPI.

Agora imagina que ao trocar a embalagem de um produto resultou na economia de 5% por unidade vendida, fazendo um trabalho correto e dentro da lei chamado Planejamento Tributário, hoje a alíquota de IPI está em 3,5%, mesmo assim 0% é muito melhor, concordam?

E você vai ficar aí parado sem procurar um especialista para fazer este trabalho dentro da sua empresa? Pois cada área poderá ter oportunidades que você nem imaginava.

Basta nos procurar e fazemos uma análise prévia de oportunidades para o seu segmento.

Vai abrir uma empresa? Ganhe uma consultoria gratuita.

Cuidado para não pagar imposto demais.

Veja outros artigos