SÓCIO? SIM OU NÃO

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Vai abrir uma empresa? Ganhe uma consultoria gratuita.

Cuidado para não pagar imposto demais.

Será que devo ter um sócio ou vou empreender sozinho, sou obrigado a ter um sócio, é melhor ou pior ter um sócio, sinceramente não sei o seu caso, mas vou apontar diversas situações que precisam ser analisadas para você decidir sobre este assunto.

Primeira coisa, ninguém é obrigado a ter um sócio “de enfeite” no CNPJ, hoje temos recursos jurídico e tributários que permitem uma única pessoa ter uma empresa com as mesmas características de uma sociedade.

Mas além da formação do CNPJ e amarração jurídica da empresa existem diversos outros pontos para se analisar, vamos imaginar a abertura de uma empresa no segmento de moda, uma loja de revenda de roupas e sapatos.

Vou montar esta loja e descrever como analisei a questão de ter ou não um sócio.

Eu nunca trabalhei com vendas, nunca atendi um cliente: posso contratar um funcionário como vendedor ou buscar um sócio com essa experiência e sabedoria.

Sou ótima com números, planilhas, controles financeiros, mas não tenho dinheiro para iniciar: posso buscar um empréstimo bancário ou um sócio que tenha para investir na empresa.

Sou prática, rápida e estou sempre pensando em algo diferente, mas sempre esqueço os prazos: posso contratar um funcionário administrativo ou buscar um sócio com concentração elevada que cuidará dos prazos e processos da empresa.

Estou fazendo mil e uma atividades, preciso compartilhar as tarefas ou delegar: posso contratar um funcionário para delegar ou buscar um sócio para dividir os trabalhos, despesas e receitas da empresa.

Pois bem, estes são apenas algumas situações que passamos e podemos escolher em ter funcionários ou buscar sócios para a empresa, a escolha é sempre sua.

Caso escolha por um funcionário, lembre-se dos custos da folha, responsabilidades e deveres como empregador, treinamento constante mesmo que não seja feito por você deverá contratar uma empresa para tal.

Caso escolha um sócio, lembre-se que irão dividir as responsabilidades a medida de cada participação, ou seja, se cada um tem 50% da empresa tem igual reponsabilidade no crescimento, prejuízos e lucros, serão duas cabeças pensando sobre o mesmo negócio.

Agora para essa sociedade fluir, as pessoas devem se completar, ter uma ligação, sinergia, quererem o mesmo objetivo ou complementares para que cada uma auxilie o outro a conquistá-los dentro da empresa.

Ter um sócio é ter um amigo(a), companheiro(a) o qual vocês irão dividir sonhos e frustrações e irão caminhar juntos para fazer com que a empresa prospere passando por desafios e conquistas, mas não se preocupe se chegar em um ponto que conhecem a divergir, isso poderá ocorrer com qualquer pessoas, pois somos seres humanos e mutáveis conforme a vida, uma boa conversa com sinceridade irá resolver e vocês saberão o que devem fazer pelo bem a continuidade da empresa.

O que achou deste artigo, nos conte nos comentários, curta e compartilhe com seus amigos.

Vai abrir uma empresa? Ganhe uma consultoria gratuita.

Cuidado para não pagar imposto demais.

Veja outros artigos

BENEFÍCIOS FISCAIS

Você sabe o que é um benefício fiscal, já ouviu falar sobre isso? Vamos falar agora, o que é e até demonstrar alguns que você

Leia mais +

PLANEJANDO UMA HOLDING

Para uns é uma empresa, para alguns uma solução e para outros uma palavra sem sentido algum, bom, vou descrever da forma mais simples que

Leia mais +

MOTIVAÇÃO

Vamos de algo fora do técnico, então bora lá… O que motiva você, e estou falando de algo que faz você vibrar se sentir bem,

Leia mais +