Mudanças nas Contratações de Funcionários

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Vai abrir uma empresa? Ganhe uma consultoria gratuita.

Cuidado para não pagar imposto demais.

Você empresário que já possui funcionário já deve ter ouvido falar do e-SOCIAL, que o governo tem falado e os escritórios de contabilidade e gestores de Recursos humanos também, vou fazer uma síntese do que seria e como está o tema hoje no inicio de 2021.

O e-SOCIAL é a Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas e faz parte do programa de digitalização das obrigações governamentais o chamado SPED (Sistema Público de escrituração Digital), ao longo dos anos o Governo vem trocando as entregas em papel pelas digitais em todos os setores de uma empresa e em todos os tamanhos, desde Grandes Multinacionais até os pequenos MEIs.

Os órgãos que estão integrando o recebimento de informações unificadas no e-Social são:

– Caixa Econômica Federal (FGTS);

– Ministério do Trabalho;

– Previdência Social (INSS);

– Receita Federal

Este sistema foi criado em 2014 e foi dividido em fases, dividindo pelo tamanho das empresas, valor de faturamento, regime tributário e eventos da folha, como cadastrados, cálculos e dados de saúde e segurança do trabalho, e de lá para cá já ouve mudanças no layout do sistema, mudanças nas divisões das empresas, alteração e prorrogação das datas de inicio, tudo isso bem acompanhando pelos profissionais da área de RH e até do TI, pois precisam ajustar os sistema para atender as exigências.

O e-Social é o módulo de entrega de informações aos órgãos citados acima, diversas empresas já estão no caminho de 100% de integração e outras estão com 50%, podemos dizer que o atual cenário ainda é de mudanças, e sendo específica vou falar aqui apenas das empresas do Simples Nacional, que neste ano irão caminhar para uma integração 90% com este sistema.

Para empresas do Simples Nacional no Grupo 3 foi lançado a seguinte programação:

Maio de 2021 – entrega obrigatória dos cálculos da Folha de Pagamento

Janeiro de 2022 – entrega obrigatória dos dados de Saúde e Segurança do trabalho

Estas duas entregas de informação irão envolver os setores de Departamento Pessoal que calcula os valores da folha e empresas da área de Segurança do Trabalho que desenvolvem os documentos técnicos como os PPRA – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais, PCMSO – Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional e ASO – Atestado de Saúde Ocupacional entre outros a depender dos riscos que a empresa possui.

nenhuma empresa está obrigada a entregar os dados de SST- Saúde e Segurança do Trabalho pelo e-SOCIAL ainda, o primeiro grupo será obrigado a partir e Setembro de 2021, após estas empresas passarem a entregar as informações é que oficialmente veremos as dificuldades na pratica desta entrega, neste caso teremos que aguardar para saber se para as empresas do Simples Nacional será igual ou se teremos mudança e simplificações para o próximo ano.

Para você que está se preparando para contratar seu primeiro funcionário já conversou com seu Contador e buscou empresas da área de Saúde e Segurança do trabalho para já começar a tratar estas questões?

O que achou destas informações, curta, comente e envie este artigo a outros empresários e empreendedores.

Vai abrir uma empresa? Ganhe uma consultoria gratuita.

Cuidado para não pagar imposto demais.

Veja outros artigos

STARTUP

Há tá… o que é isso? É comida… rsrs Pois é, para alguns pode ser um tempo comum, mas para outros nunca ouviram falar e

Leia mais +

Medo de crescer

Quero compartilhar com vocês um medo de mudança que aqui estou definindo como crescimento, sim… pois quando falamos… haaa… tenho medo de que as coisas

Leia mais +

Para a Marongio Contabilidade o conhecimento compartilhado é a fonte da evolução da sociedade em todas as áreas.

Blog

Facebook