Como é dividida uma empresa de Contabilidade

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Vai abrir uma empresa? Ganhe uma consultoria gratuita.

Cuidado para não pagar imposto demais.

Neste artigo trataremos de uma visão ampla e estratégica de como um escritório de Contabilidade deve ou pode funcionar, cada empreendedor proprietário de um escritório ou de qualquer outro tipo de negócio poderá desenvolver seus setores ou departamentos da melhor forma e que atenda a estrutura do negócio.

Vamos lá, em conceitos gerais uma empresa tem 5 setores ou departamentos que considero básicos e necessários:

– Gestão Estratégica (Setor administrativo)

– Gestão de Vendas (Setor comercial e marketing)

– Gestão Financeira (Setor de Tesouraria, Contas a pagar, Contas a receber e Controladoria)

– Gestão de Pessoal (Setor de Recrutamento e Seleção, Departamento Pessoal)

– Gestão Operacional (aqui irei direcionar os subsetores do escritório de contabilidade)

Essa separação é básica, porém podem sofrer alteração para tipos de negócios diferentes, quando temos delivery é possível ter um setor ou departamento responsável pelas entregas, além de setores como apoio ao cliente o famoso SAC (serviço de apoio ao cliente), então, não precisa ficar preso aos nomes dos departamentos mas sim aos conceitos e entender as necessidades do seu modelo de negócios e delegar as atividades de forma harmoniosa.

Para um escritório de contabilidade além dos que chamei de básicos (Estratégica, Vendas, Financeiro, Pessoal e Operacional) farei uma subdivisão no operacional que estou considerando onde ficará todas as atividades e serviços prestados pelo escritório, para ficar de fácil entendimento vou nomear e explicar o seriam:

– Societário

                É o setor onde irá iniciar uma empresa, alterar ou fechar, pois aqui teremos os contratos societários, orientações sobre alvarás e licenças, acompanhamento de determinas datas de validade como certificados digitais.

– Fiscal

                É o setor onde fazemos as escriturações, os famosos lançamentos de notas de entrada e saída além de calcular impostos e acompanhar e entregar obrigações acessórias, as tão famosas declarações que hoje são inúmeras a depender do tipo jurídico e regime tributário da pessoa jurídica.

– Recursos Humanos

                É setor responsável por contratações, demissões, recebimento de atestados, geração de folha de pagamento, controle de datas como férias e exames periódicos.

– Contábil

                É o setor que consolida as informações dos setores anteriores e prepara a documentação contábil como balancetes, livros caixa e o famoso balanço patrimonial, todos dentro da legislação contábil.

Essa explicação é concisa, mas creio que o suficiente para entender as possibilidades de subdividir, e claro com a mesma intenção já mencionada fazendo a separação de atividades e tarefas harmoniosamente, para alcançar a melhor entrega nos serviços possível.

E lembre-se que você pode formatar a sua empresa conforme ela cresce, e dividir e subdividir os setores conforme suas necessidades e sempre focado no resultado entregue ao seu cliente.

Gostou deste artigo, curta, compartilhe e deixe seu comentário.

Vai abrir uma empresa? Ganhe uma consultoria gratuita.

Cuidado para não pagar imposto demais.

Veja outros artigos

FERRAMENTAS DE GESTÃO

Já ouviu falar em ferramentas que aplicadas em seus negócios ou até mesmo em sua vida podem auxiliar e até mostrar o melhor caminho naquele

Leia mais +

BENEFÍCIOS FISCAIS

Você sabe o que é um benefício fiscal, já ouviu falar sobre isso? Vamos falar agora, o que é e até demonstrar alguns que você

Leia mais +

PLANEJANDO UMA HOLDING

Para uns é uma empresa, para alguns uma solução e para outros uma palavra sem sentido algum, bom, vou descrever da forma mais simples que

Leia mais +